Portfólio

Sempre que me pedem um portfólio eu penso: o que eu deveria colocar? o que é esperado que faça parte dele?

Partindo do princípio que eu não tenho “artes” para expor, como fazem designers e artistas em geral, eu tenho que trabalhar com o que eu sei fazer melhor: escrever.

Assim, eu posso te dizer que “abandonei” uma vida de programadora pra arriscar tudo em um curso que estreiou a pouco tempo.  Que já trabalhei, mas criei coragem pra deixar tudo para trás em busca de algo que me fizesse uma profissional mais realizada.  Hoje eu leio mais do que imaginei em qualquer etapa da minha vida, arrisco matérias em N cursos da faculdade e por (quase) nada nesse mundo eu deixo a internet de lado. Ela faz parte do meu organismo.

Desde então eu tenho fomentado e participado de projetos acadêmicos (e outros nem tanto!), participei da organização de um evento na universidade e fiz tradução como freelancer. Entre uma coisa e outra, entre um bar e outro, eu leio bastante e mantenho o Pensamenteando, esse blog onde você se encontra. Se a vida é feita de infinitos projetos, eu pretendo ter sempre um guardado. Se esse é o caminho certo eu não sei, mas sei que ando por ele sem medo de ser feliz.

Pra saber mais, veja meus projetos ou visite o meu linkedin.