Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembranças FOR REAL – será que a gente quer?

Zapeando pelos meus feed, cruzei com essa: descobriram que uma droga é capaz de amenizar algumas das suas piores lembranças. É a ciência numa pegada ‘Vanilla Sky’ e ‘Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembranças’ – pra quê lembrar das coisas ruins se você pode quimicamente esquecê-las, não é mesmo?

O problema, a meu ver, não é a má lembrança ou esquecê-la, mas o fato de que as drogas poderiam te privar de parte da sua memória. Como saber se experimentar uma sensação de extrema tristeza não é exatamente o que é preciso para evoluir, para desenvolver um pensamento crítico e se tornar mais resistente, emocionalmente falando?

Esquecer uma situação ruim – um pé na bunda, uma morte de um ente querido, um desgosto da vida – tomando apenas um comprimidinho me parece prático demais para ser utilizado em larga escala. Mas se você faz o tipo pragmático, que valoriza a praticidade acima de tudo, ta aí: vai dar pra fazer um estoque de remedinho pra cada vez que você estiver ressentido com alguma situação.

É o admirável mundo novo chegando, inibindo você de ficar triste, nem por 1 minuto que seja.

via Gawker.

Anúncios

3 opiniões sobre “Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembranças FOR REAL – será que a gente quer?

  1. Existem coisas que eu realmente queria apagar por não achar que eu mereça ter lembranças daquilo, coisas que podem passar mil anos e que ainda vão doer.

    • @Rissa,
      Meu principal porém é isso mesmo: será que o ideal seria mesmo apagar essa lembrança – e veja, apagar junto tudo o que você aprendeu com essa terrível experiência – ou fazer o possível para assimilá-la e isolá-la em algum canto menos movimentado da sua mente?

      Como diria a minha avó, quando a esmola é demais, o santo desconfia. Quando fica muito fácil lidar com uma situação difícil, é preciso pensar um pouco mais.

      • Sim, eu concordo com você. Mas no fundo no fundo, esquecer não seria mais fácil do que ter que guardar isso pra sempre? E toda vez que alguém tocar no assunto, ou vc encontrar a pessoa, vc sofre tudo novamente?

        Acredito que eu n gostaria de apagar da memória alguém que morreu, pois ela não te fez nada de errado pra você querer apagr da memória, mas alguém que te fez mal, eu apagaria.

        Não é atoa que “O Brilho eterno de uma mente sem lembranças” esta no meus TOP filmes favoritos.

Os comentários estão desativados.