Churrascão da Gente Diferenciada

Tudo começou com uma declaração mal feita de uma moradora do bairro de Higienópolis, na capital Paulistana, que se disse contra a instalação de um metrô na Av. Angélica porque isso traria uma ‘gente diferenciada’ para a região.

Depois que a discussão foi trazida novamente à tona, a expressão ‘gente diferenciada’ virou mote para um divertido protesto, o ‘Churrascão da Gente Diferenciada’, que levou batucada e farofada para a frente do Shopping Higienópolis, numa algazarra que pode ser conferida logo abaixo nos vídeos.

O interessante, no entanto, é perceber que pela primeira (ou uma das primeiras) vezes, o povo brasileiro se manifestou começando com a piada, mas levou a brincadeira a sério e foi para as ruas protestar. O tom era de farra e diversão, mas o protesto deixou claro que as 3,5 mil assinaturas colhidas pelos moradores do bairro que pretendiam evitar que a estação do Metrô fosse colocada na Av. Angélica não representam as necessidades da maioria dos paulistanos.

Outro ponto curioso e até divertido é notar as placas de protesto. Destaco algumas das que demonstraram uma maior presença de espírito, como a “I (simbolo do metrô) SP”, “Basta de carros 1.0 em Higienópolis”, “Só ando de metrô em NY, Londres e Paris” e um que propunha a modificação de alguns nomes de ruas no bairro – de Rua Maranhão para Rue Côte d’Azur, de Rua Sergipe para Rue Genève e de Rua Piauí para Rue Monte Carlo.

[fotos por Duda C. – Twitter Flickr ]

Alexandre Matias fez uma análise interessante do caso (que no momento da redação ainda estava por acontecer), explicando mais sobre a origem da piada que virou manifestação e dando um pitaco futurológico de que, quem sabe, na base da piada o Brasil fica um pouco menos apático, politicamente falando.

Nesse link dá para conferir também que cidadania não é regalia dos adultos – uma menina de 9 anos contou como foi participar da manifestação.

Na sequência, vídeos pra saber mais sobre o assunto.

Anúncios