Publicando em conjunto

Na era onde a tecnologia está por todos os lados, onde um computador se tornou indispensável e as profissões estão sendo alteradas, o trabalho colaborativo está cada vez mais presente. A revista Superinteressante do mês de julho trouxe uma matéria sobre o assunto; a matéria, inclusive, é uma experiência de trabalho colaborativo pela web: Simon Kuper, autor do texto, escreveu a partir de Londres, as ilustrações passaram por três diferentes ilustradores, que complementavam e alteravam visando a ilustração final que está na revista.

Ilustração feita por 3 diferentes artistas para a matéria da Superinteressante

O conceito de trabalho colaborativo – duas ou mais pessoas que trabalham visando um objetivo comum – é ótimo, e com o advento da internet, fica cada vez mais fácil a comunicação e a produção de textos e projetos em conjunto. Hoje, com um computador a partir de qualquer lugar do mundo e tendo domínio da lingua inglesa, é possível fazer quase de tudo. É isso o que diz Simon Kuper em “Você 3.0”.

Só que temos que lembrar que fazer um trabalho em conjunto significa abdicar de algumas coisas, como o perfeccionismo ou a idéia fixa para que se possa executar um bom trabalho. Isso costuma ser um problema, por exemplo, para jornalistas. Já ouvi queixas do tipo “o editor alterou meu texto”, “eu não escrevi aquilo”, coisas assim. Logicamente que entendo o motivo da irritação, mas é esse tipo de coisa que um trabalho colaborativo deve fazer. Quem é objetivo deve cortar o excesso de subjetividades do outro. O que é subjetivo deve alongar as objetividades alheias. E assim vai. Tudo pensando em como fazer o melhor, sempre.

E para conseguir se inserir em um meio em que o importante não é o que você fez, mas o que se fez em conjunto e se o resultado foi bom. Acredito que tenha que existir um maior desprendimento das próprias produções, de forma a aceitar sem muita relutância interna as críticas construtivas que forem feitas e as alterações proveitosas que venham a ser sugeridas.

Ninguém precisa perder seu estilo, seu jeito, sua maneira de argumentar; é clichê, mas é verdade: juntos, podemos fazer melhor!

Anúncios