O mundo a um click de distância: sobre saber usar bem o que se tem

Antigamente, as pesquisas escolares deveriam ser feitas em bibliotecas, em enciclopédias à la Barsa, que as famílias faziam questão de ter em casa. Pra saber se determinado produto era bom, a solução era sair perguntando, ou pedir a opinião do vendedor – que, é claro, podia não serenciclopedia verdade.

Mas agora os tempos mudaram, e tudo o que se precisa hoje em dia é de um computador e uma conexão de internet banda larga. Isso facilita a vida, mas não exatamente facilita a pesquisa. Isso porque, se antigamente se procurava nas enciclopédias e gastava-se horas atrás de livros e referências, hoje gastam-se horas na tentativa de filtrar as informações que apareceram como o resultado de sua busca. O que levanta a velha (e que parece ser eterna) questão de saber como usar bem as ferramentas que estão disponíveis.

Não é só por fazer a pesquisa na internet que seu trabalho será o máximo: é preciso saber garimpar as informações relevantes, descartar notícias que não tem confiabilidade, é preciso aprender a pesquisar e aprender a selecionar os resultados. E não somente ir lá na Larousse, copiar o verbete e pronto.

wikipediaA grande (enorme!) vantagem que a internet nos trás é que podemos encontrar de tudo um pouco. Na Barsa, só encontraríamos coisas como “quem foi Napoleão Bonaparte”, e não artigos que explicassem quem são Larry Page e Sergey Brin. A grande vantagem da nova geração é que as enciclopédias são atualizadas de forma extremamente rápida e dinâmica.

Isso sem contar, é claro, com os blogs, que fornecem informações, opiniões, e, por que não dizer, atalhos para encontrarmos o que buscamos. Quer saber se aquele novo produto de telefonia é bom? Quer saber se aquele shampoo tonalizante dura mesmo 6 semanas no cabelo? Vai no Google e aguarde os resultados.

Querendo, é possível encontrar dicas sobre como construir uma prateleira invisível, aprender um truque com isqueiros, fazer um trabalho de escola para seu sobrinho (ou filho) e ainda saber quais músicas usam como base “Canon in D” de Pachelbel de uma forma divertida. Esse é o mundo web, pessoas.

Então não se assustem quando ouvirem alguém dizer que está escrevendo um livro, ouvindo os últimos sucessos da rádio e acompanhando o noticiário da TV, porque nesse novo mundo nós aprendemos a abrir várias abas e nos tornamos multi-tarefa.

Anúncios

3 opiniões sobre “O mundo a um click de distância: sobre saber usar bem o que se tem

  1. Sensacional o texto hein, Jacqueline?

    Descompromissadamente você enriqueceu meu dia, novamente. Pra ajudar enriquecer seu post, que tal citarmos a maneira mais fácil de se filtrar todas essas informações? Estou falando de um news reader, forma mais fácil de acompanhar toda a avalanche de informações dessa nova era cheia de conteúdo, mas ausente de qualidade – algo que não falta no seu blog. Uso atualmente o do Goggle (http://www.google.com/reader/) que é facilmente acessado de qualquer micro e se integra muito bem com o Firefox.

    Aí estão meus dois centavos! Espero que ajude a você e seus leitores na “busca” por informação!

    Rodrigo

Os comentários estão desativados.