Os blogs como ferramentas de atualização

Há alguns anos, o problema de manter-se atualizado era uma das maiores preocupações dos profissionais, em especial dos que estavam ligados com a web. E essa preocupação não era por menos: as coisas na internet são extremamente rápidas. Aliás, a rapidez das informações nos dias de hoje foi pauta do último Cronicamente Viável, onde foi debatido o impacto psicológico desse impasse de estar atualizado num mundo onde as coisas se transformam em questão de segundos.

Um dos meios mais econômicos e interessantes de saber o que acontece na web é exatamente ESTAR na web. E uma forma de fazer isso é criar e manter um blog. Parece besteira, mas um blog faz com que o autor sinta necessidade de atualizá-lo. E, para atualizá-lo com conteúdo, é preciso promover um “estudo” diário, informando-se sobre os últimos acontecimentos, acessando jornais, portais, coletando feeds rss num agregador e tentando absorver o maior número possível de informações. E foi exatamente isso que Michel Lent citou no Podcrer #5; não se trata de uma invenção de pessoas que tentam galgar posições ou algo do tipo, mas sim de pessoas, como Carlos Merigo, do Brainstorm#9, que conseguem estar por dentro das novidades por meio de um blog. O sucesso do blog não é o objetivo maior do autor, mas sim consequência de um esforço pessoal e de trabalho bem feito

Quem eu primeiro vi comentando sobre estudar por meio de blogs foi Fred van Amstel, do Usabilidoido . Ele disse, em um de seus posts, que blogava porque assim aprendia mais. E é bem verdade. Fred argumenta, de forma pertinente, que o momento que é reservado para fazer um post é quando o autor do blog pára para refletir sobre tudo o que leu, percebe a relevância de determinados assuntos e passa a discutir e argumentar.

E hoje não é raro encontrar blogs de personalidades, profissionais de renome e pessoas como eu e você, que apenas buscamos ampliar nossos conhecimentos e debater idéias.

Afinal de contas, está mais do que na hora de desassociar blogs a “diários virtuais”, não é não?

Anúncios

2 opiniões sobre “Os blogs como ferramentas de atualização

  1. Pingback: Arquitetura e você « Arquitetura e Tal

Os comentários estão desativados.