Cagada do Papa

Tem coisas que nem Deus acreditaria se vivesse por aqui. O Santo Padre, o Papa Bento XVI, fez um discurso na última sexta feira, 15/set, onde critica duramente o Islã. Um dos trechos diz assim:

“Na sétima conversa (…) o imperador toca no assunto da guerra santa. Sem entrar em detalhes, como a diferença entre aqueles que leram o “Livro” e os “infiéis”, ele se dirigiu ao seu interlocutor com uma rispidez surpreendente na questão central sobre a relação entre religião e violência em geral, dizendo: “Mostre-me o que Maomé trouxe que era novo, e lá você encontrará apenas coisas más e desumanas, como o seu comando de espalhar pela espada a fé que ele pregava“.

O imperador, depois de se expressar tão fortemente, continuou explicando em detalhe os motivos pelos quais espalhar a fé através da violência são desarrazoados. Violência é incompatível com a natureza de Deus e com a natureza da alma. “Deus”, ele disse, “não fica contente com sangue –e não agir razoavelmente é contrário à natureza de Deus. A fé nasce da alma, e não do corpo. Qualquer um que leve alguma pessoa à fé precisa da habilidade de falar bem e de raciocinar apropriadamente, sem violência ou ameaças.”

O imperador que é citado no discurso do Papa na Universidade de Regensburg é o erudito imperador bizantino Manuel 2º Paleologus, que dialoga com um persa sobre religião.

Tudo bem, a frase não é do Papa, mas ele pronunciou. Ele selecionou esse trecho para falar em seu discurso e num mundo POUCO afetado pelo extremismo religioso, tanto do Islã como do Cristianismo e outros, o Reverendíssimo Bento XVI fez é uma enorme cagada. Deixou os muçulmanos indignados com a  atitude dessa que é uma das maiores autoridades religiosas do mundo.

Mas calma que piora: o Reverendíssimo não quer se desculpar. Já disse que estão “entendendo errado” o que ele disse, que foi só uma citação… A verdade Papa Bento, é que não interessa; É realmente necessário que você peça desculpas públicas para os muçulmanos. Lembram do Papa anterior, João Paulo II? Pois bem, ele pediu perdão pela Inquisição; e esse novo papa se nega a pedir desculpas por uma coisa que ele mesmo disse.

Não há justificativa; não, não não;

Sobe lá na janelinha, seu Papa. E pede desculpa pro mundo árabe porque o senhor errou. E feio.

Anúncios

2 opiniões sobre “Cagada do Papa

  1. Há já dias que queria pôr este comentário, mas tem-me faltado o tempo e estou contente de agora poder.

    Li várias coisas pelo seu blog e o que vi agradou-me imenso. Pelo pouco que li pensava que fosse mais velha e noto que é uma menina com muito boas bases e instruída. Melhor que isso, a forma como aparenta pensar é quase maravilhosa. Também tenho notado que os problemas da sua família no médio oriente a afectam e sinto muito. Todavia, isto não me pôde impedir de te comentar sobre a realidade dos factos. Dito isto mudo de assunto.

    Li este post e não concordo com ele. Já deve ter reparado que só comento quando não concordo. Não posso passar todo o tempo na Internet a ler e a comentar. Por isso que só de vez em quanto passo pelo seu blog e posso não concordar e não ter tempo para comentar ou até nem ter visto. Já estou outra vez a dar explicações demasiadas.

    Como disse, o Papa citou um trecho. Foi esse, como poderia ser qualquer outro. Qualquer que fosse não era de sua autoria. Se o escolheu foi por motivo justificável. O problema começo por jornalistas à procura de um scoop, como de costume, o terem apresentado fora do seu contexto e lhe terem adicionado comentários desapropriados.

    Sem assim, porque haveria o Papa de pedir desculpa por algo de que não tem culpa? Só para satisfazer quem não tem razão? Não faz sentido nem seria correcto. Seria mesmo inconcebível. O pedido de desculpa de João Paulo II não cabe no presente âmbito. Ele não pediu desculpa de nenhuma coisa certa. Pediu desculpa de algo que assemelhou a religião cristão à muçulmana, ambas da época: a Inquisição. Não acha que seja tão diferente?

    Além disso, já que leu o texto do qual transcreveu uma parte para o blog, eu nem acredito que concorde que tenha sido bom os muçulmanos da época espalharem a fé a golpe de espada, tal como Maomé ensinou e como o seu ensinamento foi seguido à letra. Acha mesmo que seja bem? Se acha que foi, nem vale a pena eu continuar, mas como penso que não posso perguntar: então, na possibilidade (é uma pura conjectura) de que o Papa tivesse escolhido aquele trecho com a intenção de lembrar a verdade, acha que dizer a verdade é errado? Sobretudo quando o extremismo se estenda cada vez mais entre os muçulmanos.

    Nós sabemos que não é esta a natureza dos muçulmanos. Também sabemos que a maioria deles não concorda com a violência. Mas sabemos ainda que muitos interessados se querem aproveitar da religião para levantar multidões, concretizar vinganças políticas, sobretudo nos seus próprios países. Para isso instigam o fanatismo nas multidões, para o que todas ideias são boas, incluindo a de atiçar os povos contra os povos das outras religiões. Viu-se que os ataques que fizeram, afinal, à excepção da freira que mataram, vitimaram mais adeptos de outras religiões do que fieis a Roma.

    Estas opiniões não são só minhas. Andei a indagar pela Internet e encontrei muitas outras no mesmo sentido. Aqui lhe mando uma mão cheia delas. Se tiver tempo e pachorra, dê uma olhadela.

    No seu blog não tem nenhum meio de comunicação, nem livro de visitas nem e-mail. Se quiser, deixe-me o seu no meu livro de visitas. Até à próxima.

    http://tretaseletras.blogspot.com/2006/09/infalibilidade-papal.html
    http://www.porcausadele.blogspot.com/
    http://carvalhadas-on-line.blogspot.com/2006/09/um-discurso-sobre-f-razo-e-violncia.html
    http://exiliodeandarilho.blogspot.com/2006/09/os-blogers-portugueses-e-oriana.html
    http://tempora-mores.blogspot.com/2006/09/como-mesmo-isso-violncia-e.html
    http://acreditesequiser.blogspot.com/2006/09/reinaldo-azevedo-muulmanos-exigem.html
    http://scriptoriumciberico.blogspot.com/2006/09/j-no-h-pachorra-irmos.html
    http://doportugalprofundo.blogspot.com/2006/09/fallaci-e-falcias.html
    http://bahaieislao.blogspot.com/2006/09/guerra-santa.html
    http://deslumieres.blogspot.com/2006/09/razo-f-e-fanatismo.html

  2. Oi. Já estive aqui antes. Disse que linkaria vc mas o tempo me faltou, mas acabei de fazer isso tá? Passe lá, confira na minha barra de blogs.. Abraços! Parabéns pelo trabalho.

Os comentários estão desativados.