Star Wars (IV)

Final de semana passado eu pudo assistir ao primeiro Star Wars que foi lançado. Conseguimos os 6 filmes para assistir, e resolvemos assistir na ordem de lançamento, ou seja, IV, V e IV e depois I, II e III.

É, eu não tinha assistido Star Wars antes, por mais que já tenha passado em um monte de canais da TV aberta. Mas é muito engraçado até, coisas que a gente vê hoje nos filmes, coisas que já vimos em outros filmes, estão lá.

O que eu mais gosto mesmo é da sonoplastia do sabre de Luz: “Uooooóoon!” Sei que os mais fiéis a realidade detestam a idéia do sabre de luz (luz não faz barulho, um raio de luz não barra outro, luz não “tem um ponto para parar, essas coisas) mas, como esse filme data de 1977, os efeitos especiais são tão primitivos para os que vemos hoje no Matrix, por exemplo, que o filme se torna até cômico.

Vale a pena assistir, mesmo sendo um filme mais velho que eu e com efeitos arcaicos, pra se ter noção de como George Lucas era mesmo muito precoce.

[odeo=http://odeo.com/audio/1737400/view]

Anúncios

Uma opinião sobre “Star Wars (IV)

  1. Você tem razão quanto ao sabre de luz…

    Quer ver só outra coisa presente em todos os StarWars e outros filmes com batalhas no espaço? Os sons das explosões. Até onde se sabe o som não se propaga no vácuo.

    Mas como ter sabres de luz sem som e batalhas sem explosões? Ficaria muito sem graça. :)

Os comentários estão desativados.